Seção Regional

Canais
Home
Notícias
Agenda de Shows
Mural de Fotos
Fotos Especiais
Sorteios Anteriores
Cadastro de Serviços
Anúncios
Fale Conosco

Cadastro de
Bandas

Enquete

- Qual é o maior motivo dos ingressos de shows estarem tão caros ??? - *Obrigado por participar!*

Alta do Dólar

Altas Produções

Exigências dos Músicos

Exigências dos Produtores

Porque estudantes pagam meia

enviar opnião


Pesquisar

Produto

Palavra-Chave

Catálogos

Compras
Meu Pedido
Cadastre-se
Lançamentos
Promoções
Como Comprar?



CD :: Marisa Monte - Verdade Uma Ilusão
Preço: R$ 34,00

CD :: Milton Nascimento - Uma Travessia - Duplo
Preço: R$ 39,00


[3/10] - Grandes álbuns da Universal Music agora disponíveis digitalmente

  .
   Nomes como Baden Powell, Moreira da Silva, Isaura Garcia e
   Milton Nascimento se destacam, essa semana, no pacote de
   lançamentos da Universal Music, com álbuns clássicos e
   especiais que chegam pela primeira vez ao formato digital,
   em plataformas como Spotify, Deezer, Apple Music e muito mais.
  
   Para os amantes da música instrumental, o violinista Baden Powell
   é lembrado com "O Som de Baden Powell", título fundamental de
   sua discografia, que mistura afro-sambas e jazz americano.
  
   Já o samba de breque de Moreira da Silva marca presença com o
   título "A Volta do Malandro".
  
   Cantora que saiu de cena prematuramente, Selma Reis
   tem seu álbum de 1993 relançado.
  
   O trabalho mistura canções de Ivan Lins, versões de músicas
   internacionais e o samba-enredo "Sonhar Não Custa Nada! Ou Quase Nada".
  
   Especialmente para a criançada, o grupo infantil Pintando o Se7e
   tem reeditado o disco "Na Sua Festa", com participações de
   Ivete Sangalo e Gugu Liberato.
  
   O rock, por sua vez, é representado pelo grupo O Terço,
   cujo som progressivo é até hoje cultuado.
  
   A saudosa Isaura Garcia, uma das vozes mais originais da nossa música,
   também está no pacote com o álbum "A Pedida é Samba",
   um dos títulos mais importantes de sua discografia.
  
   E, com o histórico "Milagre dos Peixes Ao Vivo", Milton Nascimento
   mostra toda a sua grandiosidade.
  
   Dentro da série "Sem Limite", vários nomes também são homenageados.
  
   No volume dedicado a Gal Costa, há clássicos assinados por
   Caetano Veloso, Chico Buarque e Djavan.
  
   João Bosco e Ed Motta também ganham seleções caprichadas.
  
   Já Zizi Possi prova que músicas como "Asa Morena" e a italiana
   "Caruso" nunca envelhecem.
  
   E Oswaldo Montenegro tem faixas de seus musicais "Léo e Bia" e
   "Aldeia dos Ventos" reunidas em um mesmo álbum.
  
   Duas duplas de irmãos também marcam presença.
  
   Os gaúchos Kleiton & Kledir representam o pop que veio do Sul.
  
   E Sandy & Junior são lembrados com canções da fase pós-adolescente,
   como "A Lenda" e "Desperdiçou".
  
   Para quem curte reggae, a compilação de grandes sucessos do
   Planta & Raiz é a pedida.
  
   E ainda há dois álbuns especiais dedicados aos gêneros
   "Sertanejo" (com Leonardo, Roberta Miranda e Chitãozinho & Xororó,
   entre outros) e "Jovem Guarda" (com Erasmo Carlos,
   Wanderléa e Jerry Adriani, só para citar alguns).
  
   A ordem é relaxar e ouvir!
  
   BADEN POWELL - O SOM DE BADEN POWELL

   Além de fundamental, a obra do violonista Baden Powell
   é bastante extensa.
  
   O artista lançava até quatro álbuns por ano, para deleite de seus fãs.
  
   Em 1968, "O Som de Baden Powell" chegava às lojas,
   misturando no repertório músicas próprias (como "Invenção em 7 1/2"
   e "Percussão e Batuque"), parcerias com Vinícius de Moraes
   ("Canto de Ossanha", "Canto de Xangô" e "Saravá"), clássicos
   da música brasileira ("Manhã de Carnaval", "Lamento"
   e "Das Rosas") e um standard do jazz ("Round Midnight").
  
   No mercado internacional, o disco foi lançado com outro título,
   "Tristeza on Guitar".
  
   Um clássico em qualquer lugar.
  
   Não deixe de ouvir: "Round Midnight"
  
   MOREIRA DA SILVA - A VOLTA DO MALANDRO

   O sambista Moreira da Silva foi um dos artistas mais originais da MPB.
  
   Enaltecendo a figura do malandro carioca, o cantor colocou
   o samba de breque no cenário musical, tornando-se para sempre
   o maior representante do gênero.
  
   Lançado em 1959, o álbum "A Volta do Malandro" abria com
   "Gago Apaixonado", de Noel Rosa, que Moreira recriou com toda a graça.
  
   Entre as músicas assinadas pelo próprio artista, destacavam-se
   "Bamba de Caxias", "Pé e Bola", "Filmando na América",
   "Laranja Tem Vitamina" e "Fui ao Japão".
  
   O cantor também incluiu no repertório uma composição do
   gaúcho Lupicínio Rodrigues, "Meu Pecado".
  
   O disco terminava com a divertida "Zé Carioca", contando
   a saga do papagaio boêmio, que não dispensava uma boa gafieira.
  
   Não deixe de ouvir: "Gago Apaixonado"
  
   SELMA REIS - SELMA REIS (1993)

   A saudosa cantora Selma Reis gravou poucos discos,
   mas o cuidado na escolha do repertório marcou sua trajetória artística.
  
   Em 1993, ao lançar um álbum que levava apenas seu nome como título,
   a artista reforçava essa característica, reunindo composições de Ivan Lins ("Sede dos Marujos"
   e "Sertaneja", ambas com Vítor Martins), Milton Nascimento
   ("Beco do Mota", com Fernando Brant) e Tom Jobim e Vinícius de Moraes
   ("Por Toda a Minha Vida").
  
   Versões de músicas internacionais também entraram no repertório.
  
   A italiana "La Forza della Vita" virou "O Preço de Uma Vida"
   e a francesa "Je Taime", do astro Patrick Bruel,
   foi recriada com o nome de "Sem Fim".
  
   O clássico samba-enredo "Sonhar Não Custa Nada! Ou Quase Nada",
   com o qual a Mocidade Independente de Padre Miguel incendiou
   o Sambódromo em 1992, foi a grande surpresa da seleção,
   ganhando uma interpretação inspirada da artista.
  
   Não deixe de ouvir: "Sede dos Marujos"
  
   PINTANDO O SE7E - NA SUA FESTA

   O grupo infantil Pintando o Se7e contou com dois participantes de
   peso no álbum "Na Sua Festa": a cantora Ivete Sangalo e o
   apresentador Gugu Liberato.
  
   Cheio de fofura, o trio cantava "Todo Mundo Deve Ser Mais Criança"
   "Discoteca de Roda", "Baixinhos Hits", "Bailão Para Menores",
   "Pagodinho Legal" e "Arraiá do Pintando o Se7e (Subindo e Descendo...)".
  
   Como o título já dava a pista, a faixa "Saudades da Brasília Amarela"
   é uma homenagem ao grupo Mamonas Assassinas.
  
   Não deixe de ouvir: "Saudades da Brasília Amarela"
  
   O TERÇO - CASA ENCANTADA

   A banda O Terço surgiu no final dos anos 1960, levantando a
   bandeira do rock progressivo. Lançado em 1976, o disco "Casa Encantada"
   - por ora disponível apenas no Spotify - é um dos mais importantes
   de sua (longa) carreira.
  
   Nesse período, o grupo contava com a presença de Flávio Venturini
   entre os integrantes.
  
   Das 11 faixas, cinco levam sua assinatura, como
   "Sentinela do Abiso" (com Márcio Borges),
   "Foi Quando Eu Vi Aquela Lua Passar" (com Cézar de Mercês)
   e "O Voo da Fênix" (com Luiz Carlos Sá), além da música
   que batizou o disco.
  
   Sergio Hinds, único integrante que atravessou todas
   as formações, é autor de "Guitarras".
  
   Ainda entre os destaques, estão "Luz de Vela" e "Pássaro".
  
   Não deixe de ouvir: "Sentinela do Abismo"
  
   MILTON NASCIMENTO - MILAGRE DOS PEIXES AO VIVO

   Entre os inúmeros álbuns de Milton Nascimento,
   "Milagre dos Peixes - Ao Vivo" (1974) é, sem dúvida, um dos
   mais importantes.
  
   Acompanhado pelo Som Imaginário, de seu amigo e parceiro Wagner Tiso,
   o cantor desfila sua voz límpida por um repertório que mistura
   músicas do disco de estúdio "Milagre dos Peixes", entre elas
   "Sacramento", "Pablo" e "Tema dos Deuses", com canções de
   outros compositores.
  
   De Vinícius de Moraes e Carlos Lyra, "Sabe Você" ganha versão delicada.
  
   "Chove Lá Fora", de Tito Madi, também se destaca.
  
   Mas um dos grandes momentos do disco acontece na faixa
   "Cais", de Milton e Ronaldo Bastos.
  
   Uma interpretação que beira o sublime.
   Não deixe de ouvir: "Cais"
  
   GAL COSTA - SEM LIMITE

   A baiana Gal Costa sempre foi uma artista inquieta.
  
   Começou cantando baixinho, à moda do ídolo João Gilberto,
   para depois explodir como principal figura feminina da Tropicália.
  
   Em mais de 50 anos de carreira, Gal foi mostrando várias facetas.
  
   Algumas delas podem ser relembradas na compilação "Sem Limite",
   que traz de hits carnavalescos ("Festa do Interior" e "Balancê") a
   recriações de clássicos de Dorival Caymmi ("Só Louco" e
   "São Salvador"), Ary Barroso ("Camisa Amarela") e Geraldo Pereira
   ("Falsa Baiana"), mostrando que o posto de diva não foi conquistado à toa.
  
   Compositores que se confundem com sua trajetória, Caetano Veloso,
   Chico Buarque e Djavan também marcam presença.
  
   Do primeiro, com quem dividiu o álbum de estreia, ela canta
   "Meu Bem Meu Mal", "Dom de Iludir" e "Força Estranha".
  
   De Chico, foi incluída "Mil Perdões". E do alagoano Djavan,
   Gal entoa "Faltando um Pedaço" e "Açaí".
  
   Um repertório à altura de sua importância.
  
   Não deixe de ouvir: "Meu Bem Meu Mal"
  
   JOÃO BOSCO - SEM LIMITE

   Mesmo sem fazer concessões ao mercado, a obra de João Bosco
   é recheada de hits.
  
   A letra rebuscada de "Papel Machê" é um ótimo exemplo.
  
   Incluída na compilação "Sem Limite", a faixa lançada em 1984
   estourou nas rádios e na trilha da novela "Corpo a Corpo".
  
   A seleção traz outros clássicos do cantor e compositor,
   como "Linha de Passe", "A Nível de...", "Siri Recheado é o Cacete"
   e "O Rancho da Goiabada", todas em versões ao vivo.
  
   Grande parte do repertório é feita de parcerias com Aldir Blanc,
   mas João assina sozinho "Gagabirô" e "Cabeça de Nego".
  
   Não deixe de ouvir: "Papel Machê"
  
   OSWALDO MONTENEGRO - SEM LIMITE

   Um dos principais sucessos da carreira de Oswaldo Montenegro,
   a música "Léo e Bia" foi composta para o musical homônimo,
   com o qual o cantor encantou o Brasil há mais de três décadas.
  
   Já "Aos Filhos de Capricórnio" foi feita para outro
   espetáculo vitorioso,
  
   "A Dança dos Signos".
  
   Mas o cantor também dedicou um disco à obra de Chico Buarque,
   recriando "Deus Lhe Pague" e "Baioque", entre outras pérolas.
  
   Pois todas essas vertentes estão reunidas na compilação
   "Sem Limite", que ainda traz a impagável "Kid Cultura",
   verdadeira crônica sobre um cara pseudointelectual
   que desfilava seus "conhecimentos" pelos bares de Ipanema.
  
   Não deixe de ouvir: "Léo e Bia"
  
   SANDY & JUNIOR - SEM LIMITE

   Os irmãos Sandy & Junior cresceram sob os olhos do público.
  
   Desde muito novinhos, encararam o sucesso com segurança de gente grande.
  
   A compilação "Sem Limite", no entanto, pula a fase infanto-juvenil
   e se concentra na produção da dupla a partir de 1999,
   quando as músicas falavam de seus desejos de "adolescentes
   entrando no mundo dos adultos".
  
   São músicas como "Desperdiçou", "Nada Vai Me Sufocar",
   "A Gente Dá Certo", "Aprender a Amar" e "A Lenda" - as
   duas últimas compostas por integrantes do grupo Roupa Nova.
  
   A seleção também inclui "Love Never Fails", do álbum em
   inglês que eles lançaram em 2002.
  
   "Abri os Olhos", composta pelos dois irmãos e que marcou o
   disco de despedida, lançado em 2007, também foi incluída.
  
   Sem falar, claro, de "Quando Você Passa (Turu Turu)", um dos
   maiores êxitos da trajetória da dupla.
  
   Não deixe de ouvir: "A Lenda"
  
   PADRE MARCELO ROSSI - SEM LIMITE

   O Padre Marcelo Rossi surgiu como um furacão no cenário musical,
   no final dos anos 1990.
  
   Com o medley "Erguei as Mãos / Senhor Tem Muitos Filhos",
   o religioso virou - da noite para o dia - um dos maiores popstars do país.
  
   Resultado: o álbum de estreia vendeu mais de três milhões de cópias.
  
   Na seleção feita para a compilação "Sem Limite", além do primeiro
   sucesso, foram incluídas "Cântico de Maria", "Santo, Santo, Santo",
   "Rei Davi", "Deus do Impossível", "A Alegria (Aeróbica do Senhor)"
   e "Parabéns Para Jesus", em que ele divide os vocais com
   Chitãozinho & Xororó).
  
   Música de Ivan Lins e Vítor Martins, "Bandeira do Divino"
   também ganhou um registro do religioso.
  
   Não deixe de ouvir: "Parabéns Para Jesus"
  
   Universal Music Brasil
   Departamento de Imprensa e Comunicação / PR
   Kélita Myra
   Luciana Bastos
   Bribba Castro [colaboradora]
   Susana Ribeiro [colaboradora]
  
   www.instagram.com/umusicbrasil
   www.twitter.com/umusicbrasil
   www.facebook.com/umusicbrail
   www.youtube.com/umusicbrasil
   www.universalmusic.com.br
   ...

Saiba onde tem o melhor preço antes de comprar
  :: Outras Notícias ::
  [15/10] Paula Lima se apresenta em Porto Alegre/RS
  [14/10] Roberto Carlos *Só Para Mulheres* ganha data extra
  [14/10] Cantor e compositor Andre Gimaranz no no estúdio Palco 41
  [12/10] Padre Marcelo Rossi lança DVD *Imaculada* pela Sony Music.
  [7/10] Roupa Nova retorna ao Citibank Hall
  [5/10] Show Paulinho da Viola e Marisa Monte em São Paulo/SP
  [3/10] Grandes álbuns da Universal Music agora disponíveis digitalmente

 

Sites Interativos e Inteligentes

Desenvolvido por
FJF Web

www.kamymusic.com.br